Mídia
Confira as últimas notícias da ABRA GAGUEIRA e envie as suas dúvidas, sugestões e comentários para nossa Assessoria de Imprensa através do E-Mail mauriciolnjr@gmail.com

Abra Gagueira e IBF anunciam tema da campanha da Gagueira 2015 (Reportagens nacionais)


A Associação Brasileira de Gagueira (Abra Gagueira) e o Instituto Brasileiro de Fluência (IBF) anunciaram o tema do Dia Internacional de Atenção à Gagueira (DIAG), que será comemorado no próximo dia 22 de outubro em todo mundo. Este ano, o tema abordado será "Gagueira e Prevenção - Quanto mais cedo intervir, melhor!".


O Dia Internacional de Atenção à Gagueira foi criado em 1998 pela Internacional Fluency Association (IFA) e pela International Stuttering Association (ISA). Desde o início, o Brasil participou das comemorações com diversas ações voltadas para as pessoas que gaguejam, para familiares, para profissionais e para a população em geral por meio da Abra Gagueira, do IBF e do Laboratório de Investigação Fonoaudiológica da Fluência e Distúrbios da Fluencia da USP


A gagueira é uma desordem que acomete 5% da população mundial, sendo 1% de forma crônica e persistente. No Brasil, afeta oito milhões de crianças e dois milhões de adolescentes e adultos


Na infância é comum observar que algumas crianças passam por momentos de disfluência, apresentando repetições de sons e de sílabas, bloqueio ou prolongamentos. Muitas delas superam esse problema no período de alguns meses, mas 20% farão parte do grupo que terá a gagueira de forma crônica e persistente.


Atualmente é possível estimar quais são as crianças de risco e adotar medidas simples, dentro do próprio ambiente familiar e escolar, que terão um grande impacto não só na melhora da fluência mas, principalmente, na minimização dos danos emocionais e sociais decorrentes das experiências frustradas de fala.


A realidade, no entanto, é bem diferente. A identificação do problema é feita pelos próprios pais , que muitas vezes não recebem a orientação adequada, sendo orientados erroneamente a esperar. Essa conduta, resultante da falta de informação atualizada sobre a gagueira, traz graves efeitos na qualidade de vida dessas crianças.


Dessa forma, faz-se essencial as campanhas de conscientização que aumentem o acesso ao conhecimento sobre a gagueira a toda população e sensibilizem os profissionais das áreas de saúde e educação, para que possam realizar a detecção precoce da gagueira infantil, e que essa criança e sua família tenham garantido o seu direito ao tratamento e orientações adequados, transformando o quadro atual do nosso país.





Comentários (9):
28/12/2015
18h41min
Izabel Nascimento (Izabel Nascimento)
Minha filha tem 1 ano e 8 meses e, desde quando completou 2 anos, tem apresentado crises de gagueira. Ela não imita ninguém. Realmente faz força para completar as palavras e frases. Preciso de ajuda! Moro em Camaçari, Bahia.
28/12/2015
18h41min
Izabel Nascimento (Izabel Nascimento)
Minha filha tem 1 ano e 8 meses e, desde quando completou 2 anos, tem apresentado crises de gagueira. Ela não imita ninguém. Realmente faz força para completar as palavras e frases. Preciso de ajuda! Moro em Camaçari, Bahia.
28/12/2015
18h41min
Izabel Nascimento (Izabel Nascimento)
Minha filha tem 1 ano e 8 meses e, desde quando completou 2 anos, tem apresentado crises de gagueira. Ela não imita ninguém. Realmente faz força para completar as palavras e frases. Preciso de ajuda! Moro em Camaçari, Bahia.
28/12/2015
18h41min
Izabel Nascimento (Izabel Nascimento)
Minha filha tem 1 ano e 8 meses e, desde quando completou 2 anos, tem apresentado crises de gagueira. Ela não imita ninguém. Realmente faz força para completar as palavras e frases. Preciso de ajuda! Moro em Camaçari, Bahia.
28/12/2015
18h41min
Izabel Nascimento (Izabel Nascimento)
Minha filha tem 1 ano e 8 meses e, desde quando completou 2 anos, tem apresentado crises de gagueira. Ela não imita ninguém. Realmente faz força para completar as palavras e frases. Preciso de ajuda! Moro em Camaçari, Bahia.
28/12/2015
18h41min
Izabel Nascimento (Izabel Nascimento)
Minha filha tem 1 ano e 8 meses e, desde quando completou 2 anos, tem apresentado crises de gagueira. Ela não imita ninguém. Realmente faz força para completar as palavras e frases. Preciso de ajuda!
28/12/2015
18h41min
Izabel Nascimento (Izabel Nascimento)
Minha filha tem 1 ano e 8 meses e, desde quando completou 2 anos, tem apresentado crises de gagueira. Ela não imita ninguém. Realmente faz força para completar as palavras e frases. Preciso de ajuda!
28/12/2015
18h41min
Izabel Nascimento (Izabel Nascimento)
Minha filha tem 1 ano e 8 meses e, desde quando completou 2 anos, tem apresentado crises de gagueira. Ela não imita ninguém. Realmente faz força para completar as palavras e frases. Preciso de ajuda! Moro em Camaçari, Bahia.
28/12/2015
18h41min
Izabel Nascimento (Izabel Nascimento)
Minha filha tem 1 ano e 8 meses e, desde quando completou 2 anos, tem apresentado crises de gagueira. Ela não imita ninguém. Realmente faz força para completar as palavras e frases. Preciso de ajuda! Moro em Camaçari, Bahia.



Comentar PREENCHA O FORMULÁRIO ABAIXO E ENVIE A SUA MENSAGEM PARA COMENTAR ESTA MÍDIA
NOME: E-MAIL:
MENSAGEM:

Qualificação QUALIFICAÇÃO
 Média Atual:
0,0
PéssimoRuimRegularBomExcelente
selecione
Links Relacionados LINKS RELACIONADOS (Reportagens nacionais)
- Abra Gagueira e IBF vão premiar trabalhos científicos sobre gagueira
- Representantes da Abra Gagueira participam de Oficina de Fluência em São Paulo
- ANS amplia sessões de Fonoaudiologia para pessoas que gaguejam
- ANS amplia sessões de Fonoaudiologia para pessoas que gaguejam
- Jornal Extra

Nome:      Email:      


Copyright © 2005/2017. Associação Brasileira de Gagueira - ABRA GAGUEIRA

powered by
ID360 NM