Grupo de Apoio

Grupos de Apoio


O Grupo de Apoio é um espaço único para as pessoas que gaguejam trocarem informações e vivências pessoais.

Neste grupo são discutidos diversos temas, dentre eles as causas, ocorrência na população, tratamentos existentes, desmistificações de conceitos, depoimentos pessoais, com ricas trocas de experiências, onde os participantes compartilham suas dúvidas, suas angústias, seus medos e também suas vitórias, suas conquistas e a superação de desafios. Tudo sempre com descontração, num clima agradável e acolhedor com afetuosa integração e amizade entre os participantes.

Os grupos de apoio são organizados através de reuniões mensais, gratuitas, sigilosas, destinadas somente a pessoas que gaguejam, com duração aproximada de 3 horas e com, no máximo, 15 pessoas.

IMPORTANTE: A ABRA GAGUEIRA estimula a criação de grupos de apoio, oferece suporte para a sua criação e espaços de discussão. No entanto, A ABRA GAGUEIRA não se reponsabiliza pelo que ocorre durante a realização dos grupos de apoio, nem pelos atos das pessoas responsáveis, pois não possuímos uma forma de monitoramento dos mesmos. Apesar disso a nossa associação coloca-se a disposição tanto para receber críticas como para sugestões de melhorias. Além disso gostaríamos de receber um retorno ou feedback com relação ao andamento dos grupos e se estes estão atingindo os objetivos propostos.


Depoimentos


Leia alguns depoimentos de pessoas que participam dos grupos de apoio.

"O Grupo de Apoio é muito importante, pois, com ele, podemos trocar experiências e novas formas para enfrentarmos e aprendermos a lidar com a gagueira."

(participante do GA/SP)



"Foi muito importante pra mim essa experiência de conhecer a Abra Gagueira, em meados de junho do ano passado. Desde então não me sinto mais tão ''estranho no ninho'', pois vejo que, assim como eu, muitas pessoas sofrem com esse problema da gagueira.
Considero hiper importante o que a Abra Gagueira faz: além de servir como palco para um receptivo grupo de apoio, propicia um intercâmbio de conhecimentos e experiências que não conseguiríamos de outro jeito, se não através dos encontros realizados pela Abra Gagueira."

(participante do GA/SP)



"Desde que comecei a freqüentar o grupo de apoio me sinto mais autoconfiante, seguro, desencanado em relação a gagueira em si. Não que a tenha aceitado, mas acontece que não se encontra um gago em cada esquina, e conhecer outros gagos que passam pelos mesmos problemas, me fez sentir aceito, acolhido. Também importante o fato de os amigos do grupo quebrarem com o padrão gago, ou pelo menos a imagem que eu tinha de gago-bobo, sem noção, nerd, isolado, fracassado... conheci pessoas bem sucedidas, inteligentes, interessantes, de excelente aparência. Enfim, o grupo me fez ver que o gago tem tanto potencial quanto qualquer outro. Definitivamente teve um papel importantíssimo na minha vida."

(participante do GA/SP)



"Foi a melhor coisa que fiz para mim neste ano. Isto é um tratamento para meu espírito."

(participante do GA/SP)



"Eu me odiava por falar assim. Eu me achava um merda por não conseguir falar. Melhorou muito quando conheci outras pessoas."

(participante do GA/SP)



"Meu Filho após os encontros no AbraGagueira: No início muita resistência. G. havia se cansado de tantas terapias, cujo o fim fosse nele mesmo. Dois anos se passaram e G. me pediu, para não dizer implorou por minha ajuda: Mãe eu não agüento mais gaguejar, me ajude... precisa fazer algo por mim...".
Mãe que sou o desespero bateu a minha porta e fui recorrer a tudo novamente. Perguntas e dúvidas guardadas tanto tempo dentro de nós saltavam enfurecidas de nossas cabeças...
Uma tarde abri meu e-mail e havia um convite para G. participar dos encontros da Abra Gagueira. Parecia mentira, esperava por isso há muito tempo. Eu estava muito longe do G., mas dei muita força para que fosse de qualquer maneira e ele disse que iria sim e eu fiquei na torcida.
Após o primeiro encontro G. estava diferente, algo havia mudado. Onde estava aquele adolescente inseguro, que nunca assumia sua posição de gago? Esperei... segundo encontro, terceiro, Realmente aquele menino estava se descobrindo ou melhor se assumindo. Voltava dos encontros com um sorriso nos lábios e dizendo o que ouvira com todos os detalhes.
Um dia me disse: "Mãe hoje um colega que conheci no cursinho perguntou se eu era gago, e eu respondi que sim. Sabe mãe, foi a primeira vez que isso aconteceu. Antes eu mudava de assunto, não falava muito para não ser notado... mas mãe eu sou gago e o que isso tem a ver? Sou o que sou não é mesmo?"
Depois de sua fala e de suas atitudes entre tantas, só tenho a agradecer a imensa contribuição que esse grupo tem feito pelo G. e por mim..."

(mãe de adolescente participante do GA/SP)


Grupos de apoio pelo Brasil


Você pode encontrar Grupos de Apoio nas seguintes cidades:

VILA VELHA - ES (em funcionamento)
Isabel Camilo Roque Magalhães (fonoaudióloga)
isabelroquefono@yahoo.com.br


BELO HORIZONTE - MG (em funcionamento)
Renner Fonseca
rennerfonseca@opportune.com.br


POÇOS DE CALDAS - MG (em funcionamento)
Roberta Kelly (psicanalista)
ecleide@gmail.com


BELÉM - PA (em funcionamento)
Rafaela Silva (pedagoga e pessoa que gagueja)
rafaelasilvapa@gmail.com


TERESINA - PI (em funcionamento)
Sonia Lima (fonoaudióloga)
soniagomes4@hotmail.com


NITERÓI - RJ (em funcionamento)
Renato Poubel (pessoa que gagueja) e Clicie G.A Coute
niteroi.abragagueira@yahoo.com.br / cliciegouveia@gmail.com


RIO DE JANEIRO - RJ (em funcionamento)
Daniel Barbosa (Pessoa que gagueja)
danielmelobarbosa@gmail.com


TERESÓPOLIS - RJ (em funcionamento)
Luiz Fernando (contabilista e pessoa que gagueja)
luizfernando_27@yahoo.com.br


NATAL - RN (em funcionamento)
Patricia Araujo (Pessoa que gagueja)
patyaraujo35rn@gmail.com


PORTO ALEGRE - RS (em funcionamento)
Jeane Rodrigues Nunes (professora de português e literatura e pessoa que gagueja)
escritora-rs@hotmail.com


BERTIOGA - SP (em funcionamento)
Roberta Keyla Kojima
keylakoji@gmail.com


GUARULHOS - SP (em funcionamento)
Flavia Marques
flaviamrfono@yahoo.com.br
Fonoadiologa


ITAPETININGA - SP (em funcionamento)
Amanda Coelho
amandacoelho_fono@hotmail.com


SÃO PAULO - SP (em funcionamento)
Eliane Regina Carrasco (fonoaudióloga)
erc_fono@uol.com.br



Para participar, envie um e-mail para o responsável pelo grupo de sua cidade.

Para criar um novo grupo
Se na sua cidade ainda não há grupos de apoio e você deseja criar um, entre em contato conosco através do e-mail apoio@abragagueira.org.br.


Regulamento


Os grupos de apoio são reuniões para pessoas que gaguejam. É um espaço para trocas de informações sobre gagueira, tanto no que se refere a informações mais objetivas e cientificas, como também e, principalmente, para a troca de experiências entre os participantes.


Objetivos:

Os grupos de apoio têm como objetivo reunir pessoas que gaguejam para:
- Obter informações que os auxiliem nas suas dificuldades do dia a dia através de discussões e trocas de experiências;
- Esclarecer sobre técnicas, tratamentos, teorias através de leituras cientificas e vídeos e/ou a participação de convidados para discussão de assuntos correlacionados;
- Permitir a integração e inter-relacionamento dos participantes através de regras de bom acolhimento.


Normas Gerais:

1°) O grupo deverá ser formado preferencialmente por pessoas que gaguejam. Outras pessoas podem participar do grupo como os pais de menores, cônjuge e em casos especiais, pessoas responsáveis pelo cuidado da pessoa que gagueja.

2º) O grupo deve ter uma pessoa responsável para moderar e facilitar as discussões, podendo ser uma pessoa que gagueja ou um profissional de saúde (fonoaudiólogo, psicólogo, pedagogo) especializado em gagueira.

3º) O grupo deverá reunir-se de forma periódica (quinzenal ou mensal), sendo que as datas deverão ser previamente definidas e divulgadas (ex: todo ultimo sábado do mês).

4º) O local deverá ser previamente definido, podendo ser um local público e NUNCA em consultórios, clínicas ou escritórios de um profissional especializado na área.

5º) Cada encontro deverá ter duração previamente determinada e com no mínimo 2horas.

6º) O número de participantes por grupo deverá variar de 2 a, no máximo, de 15 pessoas.

7º) Deverá ser utilizados pelo menos um dos seguintes meios de comunicação para informação dos encontros: e-mail, telefone, carta, cartaz, faixa ou utilização da mídia em geral.

8º) Todos os participantes do grupo devem preencher e assinar uma lista de presença, contendo nome, e-mail ou endereço (obrigatório) e telefone (opcional). Esses dados deverão ser enviados para o coordenador geral dos grupos de apoio da Abra Gagueira, através do e-mail apoio@abragagueira.org.br

9º) O responsável pela moderação e facilitação do grupo realiza um trabalho voluntário e tem como responsabilidades:

a) Seguir as orientações dadas por este regulamento e pela coordenação geral dos Grupos de Apoio da Abra Gagueira;

b) Não fazer propaganda ou divulgação de serviços, clínicas e profissionais, não promover ou incentivar a venda de produtos, bem como não permitir que outros participantes o façam;

c) Definir datas e locais para todos os encontros, informando previamente a todos os possíveis participantes e também ao coordenador geral do grupo da Abra Gagueira;

d) Divulgar para a comunidade a existência e a execução dos grupos de apoio;

e) Preparar previamente as atividades para cada encontro;

f) Acompanhar casos de exceção no que se refere aos participantes dos encontros;

g) Encaminhar um relatório resumido de tudo o que aconteceu em cada encontro, incluindo uma cópia da lista de presença dos participantes para a coordenação geral, através do e-mail apoio@abragagueira.org.br

h) Não dar cunho político, religioso, comercial aos encontros;

i) Iniciar os trabalhos apresentando as regras a serem seguidas, moderar os debates, orientar nos assuntos polêmicos, tirar dúvidas, acolher novos participantes e fazer o encerramento dos encontros divulgando informações importantes para o próximo encontro;

j) Divulgar as atividades e eventos da ABRA GAGUEIRA.


No decorrer dos encontros, dependendo do desenvolvimento, poderá ser criado um rodízio do moderador, tendo como orientação a participação de todos os envolvidos, desde que se crie a rotina do último moderador auxiliar o subseqüente. Para que essa medida seja feita, propomos que cada moderador execute a tarefa em 2 encontros seguidos;


Sugestão de Roteiro para os encontros:

1º) Inicia-se com o acolhimento dos participantes e apresentação dos novos;

2º) O moderador responsável apresenta a pauta do dia;

3º) Debate-se sobre o assunto com a participação de todos;

4º) Colocação de um tema cientifico com a apresentação de texto/vídeo ou convidado para tratar de assunto correlacionado;

5º) Encerramento com a participação de todos;

6º) O moderador apresenta informações sobre próximos encontros, atividades da ABRA GAGUEIRA e congêneres;

Propomos também observar alguns critérios:

- permitir tempo de tolerância para inicio;
- evitar interrupções a todo aquele que chegar após o prazo de tolerância, que deverá se adaptar ao momento do grupo.
- sempre que houver novos participantes o moderador deverá apresentar as regras definidas para cada encontro.


Maiores Informações:

Contato: apoio@abragagueira.org.br


Lista de Discussão


Grupo de discussão sobre grupos de apoio com a finalidade de trocar informações sobre as atividades realizadas, compartilhar experiências, tirar dúvidas, fazer sugestões e iniciar discussões. Também poderá auxiliar aqueles que querem iniciar um grupo de apoio ou ainda incentivar novas participações.

Todos são bem vindos a esta lista. Pessoas que já fazem parte dos nossos grupos de apoio, pessoas que querem iniciar um novo grupo de apoio e pessoas que querem participar dos grupos existentes.

Moderador: Eliane Regina Carrasco, fonoaudióloga especializada em gagueira, coordenadora geral dos grupos de apoio, responsável pelo grupo de apoio de São Paulo e vice-presidente da ABRA GAGUEIRA.

Para conhecer mais sobre esse grupo CLIQUE AQUI.

Para entrar nesse grupo envie um e-mail para apoio_abragagueira-subscribe@yahoogrupos.com.br.

Nome:      Email:      


Copyright © 2005/2017. Associação Brasileira de Gagueira - ABRA GAGUEIRA

powered by
ID360 NM